quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Arena Preocupada Com o Meio Ambiente

Uma reunião na tarde desta quinta-feira, na sede da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMAM), marcou mais um passo importante na concretização do Projeto Arena.
Na ocasião, foram apresentados ao Conselho Municipal do Meio Ambiente os aspectos ambientais relevantes para a continuidade do Projeto.

A arquiteta Marilu Maraschin, da empresa Consularq, representando a OAS, apresentou o Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU) com os principais pontos referentes ao impacto da construção de um empreendimento da grandiosidade da Arena.

O Engenheiro Carlos Bortoli, da empresa Profill Engenharia e Ambiente falou sobre o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), dando uma demonstração da forma minuciosa e a seriedade como o Projeto Arena está tratando os assuntos do meio ambiente com análises desde o tipo de solo onde a obra será realizada desde o impacto que poderá ser observado na fauna e na flora do terreno e arredores.
Finalizando, o engenheiro André Bresolin apresentou o estudo do impacto de tráfego no bairro Humaitá representando a empresa de Mobilidade Urbana - Matricial.

Existe um cronograma acertado com o Município para a apresentação de uma série de estudos visando a aprovação final do Projeto Arena marcada para o mês de maio de 2010.

O presidente da Grêmio Empreendimentos, Adalberto Preis, esteve presente na reunião desta tarde e se mostrou empolgado com mais uma etapa deste cronograma: “esta é uma etapa extremamente importante do processo, pois vem ao encontro da expectativa do torcedor gremista que gosta das coisas concretas. Esta apresentação em um órgão oficial é um marco concreto e importante, pois mostra que o Projeto Arena é, agora, uma realidade física. Este fato é mais importante do que a própria notícia”, comemorou Preis.

Fonte: Site Oficial do Grêmio

Um comentário:

José Carlos disse...

Tomara que saia logo este site oficial. O Grêmio tem que divulgar de vez essa arena com as imagens do projeto. Senão temos que ficar catyando notícias e etc. Menos mal que temos este blog bem informativo.